Error
Publicidade

Bebê de 4 meses morre de calor extremo no Arizona durante passeio de barco

Temperaturas recordes atingem 48,9ºC no estado norte-americano, provocando várias mortes

10/07/2024 às 13h45
Por: Redação
Compartilhe:
Foto: Reprodução/Redes Sociais
Foto: Reprodução/Redes Sociais

Uma bebê de 4 meses, identificada como Tanna Rae, faleceu devido ao calor extremo que atingiu o Arizona, nos Estados Unidos. A família da criança estava passeando de barco na última sexta-feira (5), quando as temperaturas alcançaram 48,9 ºC. Durante o passeio no Lago Havasu, a menina perdeu a consciência enquanto estava com sua mãe, pai e irmã. Os bombeiros foram acionados e a bebê foi transportada de helicóptero para um hospital infantil, mas não resistiu e faleceu pouco depois. A causa exata da morte ainda não foi determinada pelos legistas.

"Estamos devastados, com o coração partido, simplesmente não há palavras. Eu nunca vou entender por que você teve que nos deixar, você era perfeita demais. Eu te amo infinitamente e vou te procurar em todos os lugares, anjo", disse a mãe, Alyssa Wroblewski, em uma postagem no Facebook.

Calor Extremo Atinge o Oeste dos EUA

O oeste dos Estados Unidos enfrenta uma onda de calor classificada como excepcional por especialistas. "Um calor perigoso vai permanecer no oeste no restante da semana e deve se propagar para o leste a partir do fim de semana", informou o Serviço Meteorológico Nacional (NWS) na terça-feira (9).

Além da bebê Tanna, quatro homens com idades entre 33 e 84 anos morreram em Portland, no norte do país, e um praticante de caminhada de 50 anos foi encontrado morto no Grand Canyon. No Vale da Morte, na Califórnia, um motociclista morreu no fim de semana, quando os termômetros marcavam 53ºC. Além disso, incêndios florestais estão devastando a região, que se prepara para uma temporada intensa de fogo.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários